segunda-feira, 9 de abril de 2018

Parabéns, Noites de Poesia em Vermoim!
(A reportagem que não saiu na altura…)

Um encontro com a poesia, numa noite de Primavera


Foi este o programa distribuído na sexta-feira, 9 de Abril de 1999. Com ele nós demos início à primeira Noite de Poesia em Vermoim.

Nesse dia, pelas 21,30 horas, na Residência Paroquial de Vermoim, perante uma assistência de 77 pessoas e depois das palavras de apresentação do Sr. Padre Zé, Pároco de Vermoim, do Sr. António Augusto, vereador da Junta de Freguesia de Vermoim de então e da Sr.ª D. Maria Mamede, do Movimentum – Arte e Cultura, 13 poetas disseram poemas sobre a “Primavera” (foi este o Tema desta 1ª Noite de Poesia de Vermoim) e, mais tarde, no tema livre, voltaram a declamar.

Infelizmente, desta primeira sessão, apenas foram recebidos os poemas de Adérito Morais “Natal”, “O Palhaço” e “Fraternidade” e da jovem Silvina Monteiro “Ser Adolescente”.

Intervieram os poetas Silvina Monteiro, Maria Jerónima, José Gomes, Manuel Gregório, Conceição Baptista, Maria Mamede, Maria Sofia Pinto, Maria da Luz Mouta, Sílvia Gomes, Susana Afonso, Maria de Fátima Leitão, Adérito Morais e Arnaldo Silva.

Foi neste primeiro dia que a Ivone Delgado e o Bruno Pedro nos maravilharam com as suas vozes e as suas interpretações de músicas dos Madredeus e Zeca Afonso, entre outras.
Nesta mesma sessão Susana Afonso (em flauta), Pedro Gomes (clarinete), Leandro Soares, Luís Costa e Luís Pato interpretaram trechos de música clássica.

Durante estes anos as Noites de Poesia de Vermoim foram ganhando o seu lugar de direito, em prol da cultura em Vermoim, movimentando centenas de pessoas nas suas mais variadas actividades, nomeadamente nas Noites de Poesia no Salão Nobre da Junta de Freguesia, na Residência Paroquial ou na Ex-Pamaial e mais recentemente no Salão Nobre da Junta de Freguesia da Cidade da Maia, dando voz aos poetas de Vermoim (e de outros pontos do país), aos jovens cantores e músicos, nomeadamente Rerum Novarum, Orfeão Harmonia, Sol na Eira, Grupo de Janeiras de Vermoim, Musiquatro - Quarteto de Clarinetes, José Silva, entre tantos outros, e às vozes encantadoras da Ivone e do Bruno.

Durante estes anos salientamos, entre outros, o tema dedicado aos nossos poetas consagrados e que foi prontamente aceite. A acção pedagógica que se desenvolveu no trabalho de pesquisa efetuado pelos poetas (e por nós próprios!) foi gratificante, pois contribuiu para um melhor conhecimento dos grandes vultos da nossa literatura.

O espírito de tertúlia, prontamente estabelecido, a amizade que nos irmanou, os poemas que foram dedicados aos poetas temáticos, a declamação de poemas, a presença nas nossas sessões de jovens e menos jovens, o encanto da música e das vozes que a interpretaram, enriqueceram as Noites de Poesia da Freguesia de Vermoim e as pessoas que a elas assistiram.

Trazer para a luz do dia a obra e factos curiosos da vida e da personalidade de poetas como Florbela Espanca, Pedro Homem de Mello, Augusto Gil, António Nobre, António Gedeão, Sophia de Mello Breyner, Mário Sá Carneiro, entre tantos outros, veio enriquecer e interessar cada vez mais o público que mensalmente acompanhou (e acompanha) as nossas Noites de Poesia de Vermoim.

Só por isto valeu a pena coordenarmos estas Noites!

Esperamos continuar a desempenhar o nosso trabalho enquanto a Junta de Freguesia apostar nestas manifestações culturais, enquanto os poetas e o público em geral aparecerem nos primeiros sábados de cada mês, no Salão Nobre desta Junta de Freguesia.

Parabéns às Noites de Poesia em Vermoim pela passagem do seu 19º aniversário.

Um abraço a todos vós.
José Gomes



Sem comentários:

Enviar um comentário