segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Noites de Poesia em Vermoim • 1 Setembro 2018

Onde irão parar os livros no futuro? Dentro das tuas engenhocas tecnológicas!
Onde irão parar os livros no futuro? Dentro das tuas engenhocas tecnológicas!

O Movimentum — Arte e Cultura regressou depois de um mês de férias (que não teve) e apresentou no passado sábado (1 de Setembro) mais uma Noites de Poesia em Vermoim com o mote ‘Futuro’, um tema que tem muito que se lhe diga e até dava para preencher várias tertúlias!!!

Por enquanto ficamos com a memória desta tertúlia cuja reportagem tem duas coisas diferentes do normal:
  1. como o meu Pai (José Gomes) não esteve presente por razões de saúde, desta vez temos o prazer de desfrutar da reportagem das Noites de Poesia em Vermoim pelas palavras da poetisa (e membro fundador do Movimentum — Arte e Cultura)  Maria Mamede – muito obrigada 🙌🏻👍🏻
  2. a partir deste momento, todos os relatos (incluindo o deste sábado), serão publicado no novo site do Movimentum!!!
É verdade, finalmente o Movimentum — Arte e Cultura encontrou uma nova casa, com um senhorio simpático que até nem cobra nada!!! Tanto a nova morada como a reportagem já estão disponíveis e 0podem ser acedidos através dos links abaixo. Já agora não se esqueçam de gostar da nossa página do Facebook e sintam-se à vontade para nos seguirem no Instagram também!!!



Até breve!
- Sonya 🐰



sábado, 1 de setembro de 2018

Futuro



«Fu•tu•ro» é um substantivo masculino, mas este nosso ‘amigo’ (pequeno ou grande, dependendo da perspectiva) é muito mais do que um mero s.m. — e foi assim que fiquei de queixo ao dependuro!!! Nunca me tinham dito nada... (•̀o•́)

Pois bem, o nosso amiguito é também um adjectivo (não se preocupem, esta eu sabia ˘˘) mas a maior (ou quase) surpresa dos últimos tempos foi descobrir que o Futuro (sim, andou comigo na escola - até pareço os bacanos das notícias) é a primeira pessoa do singular do presente do indicativo do... verbo «Fu•tu•rar» — sim leram bem, «ver•bo»!!!

Mas voltando ao tema em si, gostaria de fazer uns pequenos comentários sobre os significados de «Fu•tu•ro» de acordo com suas excelências da Priberam (embora exista uma certa discórdia entre dicionários, wikipédias e até ‘brasileiradas’*), que têm a honra de ser escrutinadas pela minha pessoa (◔๑)   . .) 

Assim, a Priberam, define «Fu•tu•ro» com algumas expressões bem lógicas, mas outras não tanto, tal como se pode ‘apreciar ‘ abaixo com as minhas opiniões (descaradas?!?):

«substantivo [marculino oooops, perdão, queria (será?) transcrever] masculino
  1. O tempo que há-de vir. 
[👌🏻obviamente estou/estamos (?) de acordo ]

  2. O porvir. 
[⁉️hmmm apesar de ter como definição “futuro”, será que não quererão dizer "por vir"?!? Tipo, o que há-de ser???  “Porvir” está ligado a várias expressões, incluindo “ridente” e “carpent tua poma nepotes” (locução latina) que quer dizer “teus netos colherão os teus frutos”... pode ser de mim, mas eu, sinceramente, fiquei algo confusa... (_)‼️]

  3. Destino. 
[💭 não estou de acordo nem em desacordo, muito pelo contrário 🆘]

  4. O resto da vida. 
[‼️ay caramba! Mas que acontece aos outros seres do planeta depois de morrermos? Acaba o futuro deles também⁉️]

 5. Vindouros. 
[👌🏻se se referem aos tempos vindouros, aí estou de acordo, mas será que andam a poupar nas palavras? ]

 6. Noivo. 
[😳😱🤯 UAU!!! Desta não estava mesmo à espera!!! A sério?!?!? O «Fu•tu•ro» é/está noivo??? De quem?!, da ‘Futura’??? Ora bem, resta-me desejar-lhes as melhores felicidades 👏🏻🎉🙄]

 7. [Gramática]  Tempo verbal que indica acção futura. 
[💭 . .) 👏🏻 adoro quando usam a antiga ortografia!!! Principalmente num dicionário‼️ 👏🏻 シ. .)シ 👏🏻 mas eis que cá está a função de verbo da qual nunca tinha ouvido falar - nem na escola ‼️ e toca a não esquecer a função gramatical ]

adjectivo
8. Que há-de ser. 
[💭👌🏻já não me tinha referido a este «que há-de ser» lá atrás? Mas enfim, estamos no reino dos adjetivos e não do s.m.
…]»

Mais à frente neste dicionário vem, talvez, a minha parte favorita!!! Apresento-vos as «palavras relacionadas»! Será que esta é uma das novas maneiras de dizer ‘sinónimos’ e mais qualquer coisinha?!? O sentido de oportunidade/humor da Priberam revela-nos logo em primeiro lugar o s.f. «futura», a famosa noiva (aquela que é a prometida em casamento) do «Fu•tu•ro» (vide ponto 6 acima)!!! Segue-se «futuramente», o advérbio que refere-se a algo de hoje em diante. Nada de especial aqui... «Próximo» como adjectivo é simplesmente lógico tal como o advérbio «doravante» (daqui em diante). Mas não estava nada à espera do muito comentado ponto 2 acima, «porvir», nada mais do que um s.m. ou verbo transitivo conforme o “anagrama” para o qual nos sentimos mais inclinados! Depois temos a «futurição», s.f. tão pouco usado, mas que quer dizer isso mesmo: «Fu•tu•ro»! E se este dicionário começou bem esta parte das «palavras relacionadas», termina então com um grande bang que nem me apercebi que aí vinha! Estou a falar sobre a abreviatura «p.f.» que para mim não se referia a nada mais do que “por favor”, mas aparentemente também significa «próximo futuro»! Aprendemos coisas novas todos os dias, e hoje parece-me que foi um dia bastante produtivo!

Quanto ao verbo (transitivo e intransitivo) «Fu•tu•rar», como a este ponto devem imaginar foi a grande revelação, daí andar cá por casa a conjugá-lo só por diversão e... porque posso!!! Mas qual o significado do verbo em si? Segundo a Priberam, é «predizer; prever; calcular; supor, conjecturar [… e] fazer vaticínios [adivinhar o futuro, profecias]».





*palavra usada em termos carinhosos e não depreciativos.
"futuro", "porvir", "carpent tua poma nepotes", "noivo", "futura", "próximo", "futurição", "p.f." e "vaticínio" in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [online], 2008-2013, www.priberam.pt/dlpo [consultado em 22-08-2018].

Este trabalho de escrita livre é da autoria de Sónia Coelho Gomes, tendo como ponto de partida o tema “Futuro” para a reentré das Noites de Poesia em Vermoim de Setembro de 2018.

sábado, 16 de junho de 2018

"Nostalgias" - Dra. Maria Antónia Mendes Ribeiro

Fotos do lançamento do mais recente livro de poesia da poetisa Dra. Maria Antónia Mendes Ribeiro, hoje no Salão da Igreja de S. Crispim, no Porto:




















Um abraço,
José Gomes

terça-feira, 12 de junho de 2018

Maria Mamede - d' outrora

Este é o mais recente livro da Maria Mamede.
A sua apresentação foi feita em 10 de Junho de 2018, no novo espaço da Biblioteca da Maia.
Tivemos música interpretada pelo pianista NUNO FERREIRA e pelos acordeonistas FERNANDO CARNEIRO e ANTÓNIO ARAÚJO.
Foi uma tarde mesmo muito agradável.
Deixo-vos com algumas fotos deste evento:









































































Mais tarde tentarei pôs aqui os vídeos que fiz.

Um abraço,
José Gomes