quinta-feira, 30 de abril de 2015

1º de MAIO no Porto - recordações...

Resolvi descer as catacumbas das minhas recordações e descobri estas fotografias que tirei na cidade do Porto, mais propriamente na Sala de Visitas da minha cidade (Praça do Município, Avenida dos Aliados e Praça da Liberdade) e recordei aqueles momentos que deram cor, luz e força ao Povo Anónimo que encheu aqueles espaços. 

Depois lembrei-me de fazer este vídeo, a partir dessas fotografias:



As fotografias podem serem vistas no FaceBook, na minha página Zéca Maneca


Um abraço e um bom 1º de Maio.

José Gomes

terça-feira, 21 de abril de 2015

Homenagem a Maria Mamede - 50 anos de poesia

Intervenções de Carlos Andrade, Fernando Ribeiro, Victor Hugo Melroeiro e Abílio Ferraz, na Casa da Beira Alta, no Porto, na Homenagem feita a Maria Mamede por ocasião dos seus 50 Anos de Poesia.


domingo, 12 de abril de 2015

"POIS" - à laia de reportagem...

Desta vez, Nelson, pregaste-me a partida! Ia preparado para fazer as fotografias e filmar e nunca pensei fazer a "reportagem" dessa festa bonita e muito participada que foi ontem, o lançamento do teu mais recente livro a que deste o nome "POIS".

Pois, agora há que me desenrascar... como? Não sei! Deve sair qualquer coisa ao som monótono do matraquear nas teclas do teclado...









No palco estava bem presente a chancela da tua editora, mesmo ao lado do brasão de Vermoim - Maia.






A participação musical esteve a cargo de Francisco Rua que nos deliciou com a sua guitarra e, no fim, com uma canção baseada num poema do Nelson para o qual compôs, tocou e cantou.
Para os mais interessados em recordar esta Noite Especial aconselho a visualizar os vídeos que porei neste blogue, logo que possível.





A Mesa estava composta - da esquerda para a direita - por André Lamas Leite (fez a apresentação da obra do Nelson), Nelson Ferraz (autor do livro hoje apresentado), Jorge Castelo Branco, responsável pela Editora) e Olga Freire, presidente da Junta de Freguesia da Cidade da Maia que apontou o caminho traçado por esta edilidade no desenvolvimento da cultura e das artes em geral.










Mário Jorge, tesoureiro da Junta e ligado à parte cultural desta, fez o papel de "mestre de cerimónias", orientando os intervenientes desta noite.



A leitura dos poemas desta obra esteve a cargo de Amílcar Mendes, Sara Velho, Conceição Lima, Isabel Melo e Renato Filipe Cardoso (este, autor do Prefácio do livro "POIS").


Esta apresentação da obra de Nelson Ferraz acabou com a habitual sessão de autógrafos. Deixo-vos com esta amostra... poderão ver as restantes fotos tiradas no Facebook (Zéca Maneca ou em Nelson Ferraz).

Quando tiver os vídeos prontos avisarei e serão colocados neste mesmo blogue.

Um abraço,
José Gomes