quinta-feira, 10 de abril de 2008

25 de Abril - 34 anos depois... (2)



A Revolução de 1974 veio pôr termo ao regime autoritário implantado pela Revolução de 28 de Maio de 1926 e abrir caminho a um regime democrático assente no reconhecimento dos direitos, garantias e liberdades fundamentais dos cidadãos e numa concepção pluralista do poder político.

Preparada por um numeroso grupo de oficiais de baixa patente – na sua maior parte capitães – que se organizaram em menos de um ano antes, em torno de uma reivindicação de carácter corporativo, o seu êxito foi fruto da incapacidade revelada pelo governo de Marcello Caetano para ultrapassar a profunda crise de isolamento interno e externo que minava o regime autoritário.


Qualquer que seja a designação para o 25 de Abril de 1974, ele foi um movimento que trouxe a democracia para Portugal e a partir dessa altura, o nosso país pôde alinhar ao lado das demais democracias na construção do Mundo do Futuro.




Deixo-vos com um poema declamado pelo José Faria na última Noite de Poesia de Vermoim:


ABRIL ANTIGO


Que recitar ou declamar,
Sobre Abril, sobre a história?
Que tenho p’ra vos contar,
Se Abril foi de glória!
Já tudo foi dito e escrito,
Do país é já memória.
Já tudo foi dito e escrito,
Tudo foi declamado:
Do que foi Abril, o grito,
Da arma G3 com cravo.
Faz parte da nossa história,
E na escola é ensinado.
Revolução pela liberdade,
Novo mundo nos foi dado.

Que tenho eu p’ra vos contar,
Se tudo já foi contado!
Falar dos militares de Abril,
Neste país tão mudado?
Falar dos nossos partidos
Que o têm ignorado?
Não!...

Abril são as nossas mãos,
Sempre dadas, sempre unidas.
É a amizade entre irmãos,
São as lutas conseguidas.

Abril é a nossa vontade,
É juventude e mocidade.
Abril é servir a terra
Que Abril aos filhos lega.

É de todos quantos dão,
Amor e fraternidade.
No lugar, terra, nação,
Ensinando a liberdade.

José Faria – Abril 08





5 comentários:

  1. Belo poema!:)
    Abril smpre!:)
    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Belo poema para cantar Abril. Um Abraço e Bom Fim de Semana

    ResponderEliminar
  3. Uma data, um acontecimento histórico inesquecíveis. A longa noite da ditadura é para esquecer. A liberdade conquistada em Abril, florida nos canos das espingardas perdurará para sempre.

    Beijinhossss

    ResponderEliminar
  4. 25 de Abril é uma data especial, pela História e por me remeter para o meu pai, que hoje até faria anos...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Vem ver Abril nascer
    Em alegria meu irmão
    Não o deixes esquecer
    Contando que ele é a razão...

    da fraternidade entre os povos.
    Abraços com o calor da Democracia e da Liberdade!

    ResponderEliminar