domingo, 19 de março de 2006

Dia do Pai

Desde que nasci me incutiram não o dever, mas o prazer de celebrar o dia do Pai. Lembro-me de aguardar a data ansiosamente todos os anos. No colégio fazíamos trabalhos manuais e escrevíamos algum poema para dedicar ao nosso Pai – era cá cada malucada!

Infelizmente, no dia do Pai em 1987, a minha muito querida Avó morreu. Desde aí perdi a paixão toda que tinha por este dia e passou a ser apenas o dia de luto pela minha Avó, por muito que os meus pais lutassem contra isso.

Volta não volta conseguia fazer algo para dar ao meu pai, como um postal que descobri este ano, com um (péssimo) poema datado de 1993. Somente há poucos anos consegui, melhor ou pior, recomeçar a celebrar este dia tão bonito. O dia em que a minha Avó encontrou a Paz, o dia que é do meu Pai por direito.

Ser Pai deste ser extremamente complicado não é nada fácil – mas o meu Pai tem cumprido a sua tarefa soberbamente. Não poderia desejar melhor Pai nem um Pai diferente, pois Pais iguais ao meu não existem em nenhum lugar do mundo.

Papá, estarás para sempre no meu coração e na minha alma.
Um grande beijão... e espero que gostes desta surpresa que te preparei aqui... ao som do “Dear Father” do mítico filme “Fernão Capelo Gaivota”.

Até sempre!
~ Sónia (Zia)

12 comentários:

  1. RosaTeixeiraBastos19/3/06 03:24

    Ópraeles! Uma família linda!

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Esta agora!!!!
    Com que então um hacker "roubou-me" a password e fez-me esta lindaaaaaaaaaaa surpresa!
    Só podia ser a minha filhota Sónia a mostrar o carinho exagerado que nutre por mim.
    Mas como também eu gosto muito dela, só lhe posso agradecer a surpresa, e não é de espantar o lenço que está por baixo do meu queixo a aparar a baba!!!
    Um beijão, Sónia.
    Ahhh! Se clicarem na foto têm uma surpresa... sai um brinde que dá direito a uma fatia de bolo! Não é, Milú?!!!

    ResponderEliminar
  3. Oi,oi,oi...agora é que ninguém o vai poder aturar!?...
    A minha filhota sempre tem cada ideia!!!...linda não é mesmo? Aaaah e a "menina" no canto superior direito quem é, quem é?... nada mais nada menos que o homenageado e que por sinal também hoje terá oportunidade de homenagear o seu progenitor que fará daqui a um mês 93 anos!?!?!?...
    Feliz dia Paizão.
    Jiiinhos,
    A Mãe babada.

    ResponderEliminar
  4. O Zé de barbas!! Por esta eu não esperava!!

    Uma família maravilhosa, é o que posso dizer de vós, que tenho o privilégio de vos conhecer pessoalmente!!
    Ah... agora estou a perceber porque se "baldaram" à Noite de Poesia... estiveram a preparar a surpresa!
    Estão perdoadas!

    Um abraço carinhoso aos Pais babados e à filha orgulhosa...

    ;)

    ResponderEliminar
  5. bonita homenagem:) beijos

    ResponderEliminar
  6. Passa pela minha casa... estás incluído na minha lista... e, acho que vais gostar da música...;)

    Um abraço ;)

    ResponderEliminar
  7. Tão queridos! Isto é que foi uma deliciosa surpresa, Zé. E as meninas estavam doentinhas, não estavam??? (lindas marotas). Imagino a cara de babado do Zé ao ler este belo texto. Bjokas grandes para vocês que são uns queridos.

    ResponderEliminar
  8. Para aqueles/as que estão a duvidar da minha palavra!!!
    Só fui eu à Noite de Poesia de Vermoim, porque a Sónia estava de molho e concordamos que a mãe deveria ficar em casa.
    Não suspeitei da "partida" e a Milú só deve ter sabido da marosca quando eu já não estava em casa.
    Pelo menos, penso eu de que...
    Para a MM, o "Zé de barbas" foi uma época em que eu acreditava que poderia contribuir para que este Mundo fosse melhor... e olhem no que deu!!!
    Um abraço e obrigado em meu nome e no da Zia, pelas visitas.
    e já agora passem pelo http://coelhita.blogspot.com/ ou pela http://zia.blogspirit.com/ e obriguem-na a "trabalhar!!!!

    ResponderEliminar
  9. bonita homenagem ao pai. percebi-te perfeitamente: o meu pai é o melhor pai do mundo.

    abraço da leonoreta

    ResponderEliminar
  10. Adorei!... e a música... fazia mui tempo que não a ouvia.
    Grato, também por isso.

    ResponderEliminar
  11. Eu só queria saber porque é que o meu comentário de Domingo não ficou registado!
    Bom, mas o que importa mesmo é dar-vos os parabéns (aos 3) pela beleza da cumplicidade.
    Beijossssssss

    Maria Mamede

    ResponderEliminar
  12. Sabes como isto é, Mamede...
    A vingança de não ir aos teus blogs com a frequência que mereces. Vamos lá ver se as coisas voltam, de novo, a compor-se.
    Um abraço

    ResponderEliminar